sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Parto Cesárea - meu relato !!!!!

Olá meninas oía eu de novo hehe, gorinha tava conversando com a dona da escola onde o príncipe faz natação e ela me perguntou sobre partos, pois ela está completamente apavorada com o dela (1º filho), bom eu não posso falar muito de parto normal, porque o baby veio de cesárea, mas vou contar minha história para vocês... Ta bom, hoje a gente morri de rir, mas no dia o bicho pegou...dava até um filme (e dos bons viu), cheio de aventura, ação, drama, terror, romance e muita, mais muita comedia...
Eu como quase toda mãe de primeira viagem, sonhava com o parto normal e sim eu queria muito, até porque morria de medo da cesária, imagina uma pessoa que nunca ficou internada na vida, fazer uma cirurgia dessas... e eu nem tinha medo da anestesia como a maioria tem, eu tinha pavor era do corte mesmo.. para mim era como se fosse o massacre da serra elétrica #exageradamaisverdadeira.

Então já estava tudo decidido e já tinha até conversado com o GO sobre minha decisão... mas com 1 semana antes da data prevista para o parto o GO me veio com uma noticia que me deixou apavorada..O danado do baby resolveu brincar comigo e encaixou com o dorso do lado direito... quando questionei o medico o que isso tinha a ver, ele me disse que quando o bebê encaixa com o dorso do lado esquerdo, o parto é rapidinho....mas, quando é do lado direito leva muitas horas e até dias para o parto.... #quasemorri... logico que eu não queria sofrer tanto tempo também né... então com muito custo e MEDO eu marquei a data do parto 20/09.... só que no dia 18/09 eu andei muito rodei o centro de Goiânia todo a pé até então tudo bem, fui uma gravida super ativa, tinha energia para dar e vender... só que o baby para fazer gracinha, resolveu me dar mais um susto na madrugada do dia 19.. era umas 5 da matina quando fui ao banheiro e minha bolsa arrebentou... quando sentei no vaso para fazer xixi, só senti cair uma água de uma vez no vaso... a dona aqui em vez de chamar o marido ou a mãe, não, esperou amanhecer e só depois que eles acordaram foi que avisei que minha bolsa havia estourado e ai eles surtaram (literalmente)....kkk... foi muito engraçado, eu parada olhando para eles desesperados correndo de um lado para outro e só depois que eu comecei a rir é que eles colocaram a cabeça para funcionar, se acalmaram, arrumaram o que tinha que arrumar, pegamos o carro e fomos para a maternidade....chegando lá o GO me examinou, disse que eu não tinha nada de dilatação e que poderia ter sido apenas um pouquinho de água que saiu e que minha bolsa não tinha estourado (mas é claro que eu sabia que tinha porque foi tipo uma cachoeira caindo no vaso), mas tudo bem, o medico falou ta falado... então perguntou se eu queria tentar normal, eu disse que sim ( até então não sentia nada de dor, nenhumazinha contraçãozinha)..... e ele disse, mas se até amanhã ( q era a data marcada) não tiver nascido a gente faz a cesárea...OK... nisso o hospital já tava cheio de parentes, nem sei como a noticia se espalhou tão rápido #alarmefalso ...kkkk.... voltei para casa numa boa, almocei e aiiiiii... comecei a sentir uma pontada, de repente as contrações foram aumentando e aumentando e aumentando, (mas era suportável, nada de sair gritando feito louca #maisdoíapracaramba).. e quando elas passaram para 5/5 min comecei a sangrar e todo mundo ficou desesperado de novo (e nessa altura minha casa já tava cheia de gente, uns tropeçando nos outros)...

E lá vai nós para o hospital de novo.....só que no caminho do hospital topamos com uma passeata...SIM uma passeata enorme, nunca vi tantos carros em uma e não dava para voltar ou cortar caminho...nisso maridex estava surtando, minha mãe chorando e a prima do marido orando e eu, olhando para cara deles tentando acalma-los...kkkk (ahh e não adiantava banar a mão, gritar gravida dando a luz eles não davam passagem) ... quando a danada da passeata acabou o que demorou muito, o carro PIFOU, sério gente, só para dar mais emoção a coisa toda, com muito custo conseguimos um táxi e ai sim chegamos ao hospital.

O medico me examinou de novo e eu só tinha dilatado 2 cm, mas como eu estava sangrando ele resolveu passar a faca mesmo... foi aiiii nesse exato momento que eu me desesperei... fui para a sala preparatória e la chorei feito um bebê pedindo a Deus que aquilo fosse um sonho, que eu queria acordar...kkkkk.

Bom fui andando para a sala de parto, com a cara toda inchada de tanto chorar e lá o anestesista me acalmou, aplicou a anestesia e me elogiou muito porque em 18 anos de profissão fui a primeira a não dar trabalho para aplicar a anestesia...hehe #cadeaestrelinha... E para completar eu estava muito apavorada porque maridex teve que ficar com o carro até o quincho chegar, toda hora pedia a enfermeira para ver se ele tinha chegado e só me tranquilizei quando ela me disse que sim......O meu GO chegou conversou comigo e quando eu pensei que ele ia enfiar a faca, senti um pesinho gostoso nas minha pernas e logo o chorinho mais lindo do mundo, era meu amor que já tinha chegado... aquele momento foi lindo e único e quando o vi esqueci que estava numa mesa de cirurgia e só queria te-lo ali nos meus braços.
E quando sai da sala de cirurgia e vi toda a família ali, me senti super protegida, foi uma sensação deliciosa.

Recuperação:
Bom, por causa da anestesia me deu uma coceira danada no nariz ( só de lembrar já ta coçando de novo) e uma sede que não passava nunca ( e o pior, não podia beber água só molhava a boca).. não me lembro quando tempo a anestesia demorou para acabar...mas as 23hs ( Rhany nasceu as 16:55) a enfermeira me ajudou a tomar banho, lembro que fiquei tonta na hora do banho e a meia noite maridex chegou com uma sopa (que por sinal tava deliciosa) comi, mas logo coloquei tudo para fora.. demorei dormir, mas no outro dia já acordei a todo vapor, levantei, andei, sentei e até cruzei as pernas para dar de mamar para o baby #ohmuiéfortesô .. lembro que a mãe que estava no outro leito me perguntou como eu estava conseguindo cruzar as pernas, porque ela (que tinha dado a luz umas 3 hs antes de mim) não conseguia levantar... também fiquei curiosa e perguntei ao meu GO e eles me respondeu que me aplicou uma anestesia que não deixava dar dor depois que ela acabava (mas até hj não sei qual o nome ou tipo dela)... já sai do hospital toda serelepe, e levei uma bronca daquelas da minha mãe..hehe.. mas se não fosse por ela, saia andando toda ereta e rápido.....hihi... Em casa também não senti muita dor, o unico desconforto era os gases, que fazem uma festa de arromba, mas como eu andava bastante, logo eles se dispersaram..hehe..
No dia que tirei os pontos quase enfartei voltando para casa com medo do corte abrir..kk.. #santainocencia.

Bom fato é que, se o medico não tivesse decidido me cortar talvez o baby não estaria aqui comigo hoje, pois o GO me disse que realmente a minha bolsa havia estourado e não havia mais nada de liquido e que se não tivéssemos feito a cesárea ele provavelmente teria morrido ou nascido com alguma sequela, pois ele já estava grudando na placenta e estava roxinho com falta de ar... 

Então para mim "sinceramente", não importa se é parto normal ou cesárea, estando com vida e saúde é o que importa.

Rhanyel nasceu no dia 19/09/2000
Com 2,820kg e com 46cm

Bjitos

2 comentários:

  1. é amiga dava pra fazer um filmaço rs
    que estória em a o carro pifou no dia
    mais tu é calminha em rs
    como meu filho vem ao mundo
    não é importante claro que quero ter normal
    pela recuperação e odeio ser cotada também e injeção na coluna nem pensar rs
    linda noite beijokas

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Gracy... passei pra visitar o blog e quando vi esse post tinha q parar pra ler: coisa de mãe de primeira viagem. A verdade é que sempre perguntal que tipo de parto queremos, mas no fim das contas quem decide mesmo é o bebê... Tenho visto tantas mães optarem por PN e acontecer alguma coisa que impossibilite isso. Adorei seu relato, você foi muito abençoada!
    Bjs.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu carinho!!!